Edição de 14 Prelúdios de Luís de Freitas Branco

Foi recentemente lançada uma edição com 14 prelúdios para piano do compositor português Luís de Freitas Branco, com edição crítica e nota histórica e analítica por Ana Telles. A edição foi realizada pela AVA Musical Editions.

De acordo com a nota da editora “As obras contempladas na presente edição correspondem a dois conjuntos de Prelúdios que o autor concebeu como tal, os Dez Prelúdios dedicados a José Viana da Mota e os Quatro Prelúdios dedicados a Isabel Manso, e são representativas de fases muito distintas da produção pianística de Freitas Branco. Relegamos, desde já, para uma futura publicação, o Prelúdio a António Arroio (das Três peças), que será reeditado conjuntamente com as duas outras curtas obras para piano que acompanharam a sua edição original, em 1917. Se os Dez Prelúdios dedicados a José Viana da Mota se enquadram no período compreendido entre 1914 e 1918, anos que correspondem ao regresso definitivo de Freitas Branco a Portugal depois das estadias formativas em Berlim e em Paris, os Quatro Prelúdios dedicados a Isabel Manso foram compostos em 1938, numa época em que o compositor dizia estar a «fixar um novo estilo», segundo a entrada do seu Diário datada de 28 de Abril de 1937”. A edição encontra-se disponível AQUI.